No Brasil não tem terrorismo mas a Nintendo acabou de fazer o terror.

Os grilos fãns da Nintendo no Brasil estão de luto, com o pronunciamento da Nintendo dessa semana, o que já era difícil de se encontrar no Brasil agora será praticamente impossível.

A Nintendo anunciou, nesta sexta-feira, dia 9, de que encerrará a distribuição de jogos, consoles e acessórios em território nacional. A Gaming do Brasil deixará de distribuir os produtos Nintendo já em Janeiro. Segundo Bill Van Zyll, diretor geral da Nintendo para a América Latina, “O Brasil é um mercado importante para a Nintendo e lar de muitos fãs apaixonados mas, infelizmente, desafios no ambiente local de negócios fizeram nosso modelo de distribuição atual no país insustentável”.

Recentemente, segundo relatos, o jogo Captain Toad, um dos últimos lançamentos da Nintendo, já nem havia chegado oficialmente por aqui. Há também o fato de que a loja virtual e-shop nunca teve versão nacional, o atraso de 1 ano do lançamento do Wii U aqui em relação aos EUA. Somando ao fato de que, sempre que questionados, os diretores da Nintendo davam respostas evasivas sobre o lançamento de jogos traduzidos e fabricação local de consoles, já demonstravam que não haviam planos de longo prazo para o país por parte da empresa. O que soa também estranho é o fato de a empresa ter anunciado tempos atrás planos para lançar produtos específicos para países emergentes, e na época todos achavam que o Brasil seria o principal mercado para esses produtos.

A partir de agora, fãs brasileiros dependem unicamente das importadoras para terem acesso aos produtos Nintendo aqui no Brasil.

RSS
Facebook0
Google+0
Twitter

Related posts

Leave a Comment