Sem Pokéstops, BGS é criticado por jogadores de “Pokémon GO”

Principal fenômeno dos games no ano, “Pokémon GO” passa o Brasil Game Show 2016 quase em branco.

É que o centro de convenções onde ocorre o evento, o São Paulo Expo, não abriga nenhum Ginásio ou Pokéstop. Sem qualquer ponto de interesse com o qual interagir no local, jogadores dificilmente são capazes de encontrar Pokémon raros ou obter itens.

Espalhados por um mapa virtual acessado pelo GPS do game, os Pokéstops rendem itens aos treinadores que o visitam. Com a ajuda de um item específico, é possível ainda atrair monstrinhos raros para suas redondezas.

Usuários do game ainda não são capazes de criar seus próprios Pokéstops. Assim, muitas regiões menos visitadas sofrem com a escassez dos pontos.

Alguns visitantes da feira tomaram o Twitter para reclamar do problema:

  
@RealWaarudo bom, a BGS é no meio do nada se for lá onde é o Festival do Japão/CCXP então não me espanto que não tem pokestop

— 河玉云 – Luiza (EIKO) (@eikomakimachi) 2 de setembro de 2016

A BGS não tem Pokestop. A Bienal do Livro tem Duas!!! #FicaAdica

— Snap: CassiusMedauar (@cassiusmedauar) 2 de setembro de 2016

FONTE: UOL GAMES 

RSS
Facebook0
Google+0
Twitter

Related posts

Leave a Comment